Alimentação orgânica – inspiração para o bem-estar

IMAGEM2

Se era segredo, já não é mais: todo mundo sabe que o bem-estar e a alimentação têm tudo a ver. E no meio de tanta variedade, os alimentos orgânicos ainda são novidade. Uma coisa é verdade: comer verduras, legumes, frutas e sucos cultivados sem agrotóxicos fazem a gente se sentir melhor – muito mais do que você imagina. A gente explica:

– Tomates, mangas, goiabas, mangas e muitos outros frutos orgânicos são mais suculentos que os produzidos com agrotóxicos.

– Pesticidas contaminam os alimentos com muita acidez, tirando deles o verdadeiro sabor. Por isso, comer orgânicos é muito mais prazeroso.

– O método de produção orgânico considera a harmonia entre os cultivos, unindo as vantagens da proximidade das plantas certas e da alternância de culturas para regenerar o solo e o ecossistema local.

Tudo isso até pouco tempo tinha muitas dúvidas, mitos e tabus. Hoje em dia existem mais feiras, mercados e outros lugares onde a alimentação orgânica é possível e os benefícios desse estilo de vida para nós e para a Natureza são cada vez mais conhecidos.

No Brasil, já tem de tudo orgânico. Entre os alimentos, existe baunilha, vinhos, temperos, azeite e até cosméticos! Mas não é só na alimentação que pensar e viver de maneira orgânica é saudável e prazeroso.

Tem produtos químicos por todos os lados na hora da faxina, do banho, de cuidar dos animais de casa e até no lixo que produzimos. Por isso, alternativas naturais nesses momentos ajudam a dar mais energia ao nosso dia a dia e a prolongar a vida dos recursos naturais.

Viu só? O orgânico é um estilo de vida cada vez mais próximo. E quanto mais nos educarmos a pensar no bem-estar hoje, amanhã e de toda a vida ao redor, mais ele vai durar. Então que tal começar a fazer a diferença hoje mesmo?