A força que existe nos ovos

A gente cresceu ouvindo que os ovos são cheios de colesterol que entopem as artérias, e que comer demais pode complicar a vida do coração. Mesmo assim, isso vem sendo muito questionado, ainda mais agora que pesquisadores e cientistas tentam, mas não encontram nenhuma relação entre comer ovos e doenças cardíacas.

ovos

Muitos consideram o ovo o alimento mais completo que existe. A clara e a gema são mesmo ricos em vitaminas, minerais, gorduras saudáveis, proteínas e muito mais, em apenas 72 calorias, a média de um ovo grande. Pra completar, ainda são fáceis de cozinhar e combinar em várias receitas. É, tem muitos motivos pra gente incluir esse alimento no cardápio, mas na falta deles, é só lembrar desses que a revista on-line Rodale’s Organic Life listou:

1 – Estímulo emocional.

Os ovos têm uma combinação nutrientes que juntos combatem a fadiga e o mau humor.

2 – Sistema muscular.

Esse alimento é uma das melhores fontes de proteína da Natureza. A vitamina B12 também ajuda na contração muscular, muito importante pra ter força na hora de abaixar, erguer e plantar sua horta orgânica 😉

3 – Proteção contra o câncer

Mulheres que consomem uma maior quantidade de colina, que existe nos ovos, tem 24% menos chances de desenvolver câncer de mama, segundo um estudo recente. Só um ovo grande tem 30% do necessário por dia desse nutriente.

4 – Alimenta a mente

A colina também ajuda a manter a memória afiada e a recordar informações. Se as galinhas que puseram os ovos são criadas na grama, eles contêm ainda mais vitamina E, que os cientistas acreditam proteger do mal de Alzheimer.

5 – Visão saudável

Os nutrientes dos ovos incluem ainda alguns que evitam a degeneração ocular e a catarata.

6 – Escolha consciente

Você pode ajudar a preservar algumas raças de galinhas da extinção escolhendo os ovos certos. Os produtores industriais, costumam dar prioridade a uma ou duas raças, enquanto os pequenos produtores não têm essa restrição.

Para este e para todos os alimentos, vale a citação de Michael Pollan sobre equilíbrio: “Eat food, not too much, mostly plants” (Coma comida, não muito, a maioria plantas). Afinal, na quantidade certa, a Natureza proporciona fontes ricas e saborosas para vivermos cada vez mais e melhor.